quinta-feira, 7 de junho de 2012

UM GRITO PERDIDO


 Tens os traços d'uma época débil,
Em que o sentimento já nasce estéril;
Tua voz já não se ouve, já não vibra,
Sem chá que de tua doença te livra.

Teu medo de gritar que contamina,
Uma aparente indiferença à sina;
No conformismo teu silêncio jaz
E teu ego já não se satisfaz.

Então encorpora as dores tu que calas
Fecha teu livro e lamenta em tua sala,
O tempo nem sempre vai curar tudo.

Poderia teu grito ser teu escudo,
Junto a outro grito libertar vidas;
Agora restam ilusões perdidas.

(Luciene Lima Prado)

Enquanto pudermos gritar, a greve continua. 




21 comentários:

  1. As ilusões ficam presas nos gritos contidos. Lindo seu poema, gostei muito mesmo.Parabéns, beijos.

    ResponderExcluir
  2. Um grito contido é sofrimento, são sentimentos que ficam sufocados na alma...beijos de bom final de semana pra ti amiga.

    ResponderExcluir
  3. Quando não existe crença todos os gritos se perdem em qualquer buraco negro...

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  4. Muito lindo tudo isso!...Intenso, profundo e poético! Parabéns, linda amiga!

    ResponderExcluir
  5. E acabamos por gerar uma descrença dos nossos ideiais.. de nós mesmos! Lindo e tocante... vc esbanja sensibilidade!
    obrigada pela visita ao meui blog. Bjss!

    ResponderExcluir
  6. Nesta época de liquidez, o grito já não restando apenas as ilusões. este poema é mais uma prova de que você é uma poetisa perfeita e consegue fazer um raio-x das nossas almas.
    Cada vez mais eu sou seu fã!

    ResponderExcluir
  7. Boa Noite Amiga.
    Venho agradecer seu carinho no meu blog também
    avisar que levei um lindo poema seu para minha postagem.
    Obrigada de todo coração pelo carinho creia ñ foi muito triste esses últimos acontecimentos ,
    pois amigos para mim é pra sempre tem cadeira cativa no meu coração.
    Uma abençoada semana pra ti.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  8. Agora restam ilusões perdidas. Adorei .
    Tenha uma noite abençoada e beijinhos carinhosos para ti querida.

    ResponderExcluir
  9. - pude observar na confecção de seu soneto, que a magia que rege as inspirações, são de fato fenomenais, sim! fenômeno de poesia, no sentido gigante mesmo; os vocábulos em tua caneta, brilham como sabre de ouro: "tens os traços de uma época débil/agora só restam ilusões perdidas" esses versos feito alfa e ômega, também feito princípio e fim, se lançam no espaço feito tornado levantando poeira inundando as
    as nuvens,de veros de estrofee e de poesia.

    ResponderExcluir
  10. Olá, querida
    As ilusões perdidas servem para o nosso crescimento... são valiosas!!!
    Seja abençoada e feliz!!!
    Bjs de paz

    ResponderExcluir
  11. Magnifico poema, querida Luciene! " Poderia teu grito ser teu escudo" Excelente.
    Beijinho amigo e uma flor.

    ResponderExcluir
  12. São tantas as ilusões que na vida se aglomeram.
    O grito sufocado, a voz perdida.
    Sempre uma cosntrução perfeita e linda.


    Tenho pensado muito amiga nesta greve, os rumos tomados e a intransigencia instalada.
    Triste país que não valoriza suas crianças mais necessitadas.

    Um bom domingo a voce.
    Meu carinhoso abraço de paz e luz.

    ResponderExcluir
  13. Olá, querida Luciene
    O grito pode ser perdido mas o eco ressoa em algum coração amado...
    Seja abençoada e feliz!!!
    Bjs de paz

    ResponderExcluir
  14. Minha amiga, ainda há que se ter força para o ultimo grito.
    Quero que ecoe por todo o campo, denuncie o quanto pesa a mão da injustiça, da intransigencia para que nunca se repita os abusos do poder.
    Uma bela semana a voce.
    Esta terra ainda vai tomar seu ideal.
    Meu terno abraço de paz e luz.

    ResponderExcluir
  15. Palo Blanco Patacamaya5 de agosto de 2012 01:14

    sus poemas son lirios del valle. sus poemas la gracia de este hermoso valle con más belleza que viene de su alma y el cuerpo de su encantadora chica hermosa. Felicidades señorita o señora Luciene. Estoy traduzier sus sonetos y poemas perfoeetios pegadizas y muy hermosa. eres muy bonita y hermosa que eres ...

    ResponderExcluir
  16. Palo Blanco Patacamaya5 de agosto de 2012 01:20

    me desculpe a indiscrição; você é casada? mora onde? de desejotudo bom na vida e no prazer. é grande encantadora menina

    ResponderExcluir
  17. Palo Blanco Patacamaya5 de agosto de 2012 01:21

    Pido disculpas por la indiscreción, que te casaste? vive dónde? desejotudo el bien en la vida y el placer. encantadora chica es genial

    ResponderExcluir
  18. Passei por aqui, para lê o seu blogue, e lhe deixar um Convite
    Admirável. Harmonioso. Eu também estou montando um. Não tem as Cores e as Nuances do Vosso. Mas, confesso que é uma página, assim, meia que eclética. Hum... bem simples, quase Simplória. E outra vez lhe afirmo. Uma página autentica e independente. Estou lhe convidando a Visitar-me, e se possível Seguirmos juntos por Eles. Certamente estarei lá esperando por você, com o meu chapeuzinho em mãos ou na cabeça.
    Insisto que vá Visitar-me, afinal, o que vale são os elos dos sorrisos.

    www.josemariacosta.com

    ResponderExcluir
  19. Oi Lu, sentindo saudade de suas inspirações.
    Tudo bem depois da semi guerra?
    Desejo que esteja em paz de volta à nobre missão.
    Meu carinhoso abraço.

    ResponderExcluir
  20. Um poema fenomenalmente belo... Poetisa Luciene, volte a escrever, por favor. Marco Rocca, poeta e admirador de seus trabalhos.

    ResponderExcluir

Agradeço a todos pelos comentários! Tudo de melhor para vocês! Um abraço apertado!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...