terça-feira, 25 de setembro de 2012

Boa noite, amigos. 


      Antes do pequeno poema, quero justificar minha ausência.
      Mês passado minha mãe (82 anos) sofreu uma queda e teve o fêmur fraturado. Muitos dias passei  com mainha (meu bebezinho!) no hospital. A cirurgia foi feita na última quinta e hoje ela recebeu alta e está de volta em casa. Se eu for contar a experiência pela qual passamo e o que aprendemos disso tudo ficaria cansativo para vocês. Eu disse para meu querido amigo poeta José Manuel Brazão que senti Deus mais perto de nós e que vi esse momento com aprendizagem não sofrimento. Somos ricos de amigos! 
      Obrigada a todos pelos comentários. Gostaria de citar o nome de cada um, mas estou com cansadinha, sem coragenzinha... Obrigada aos velhos e novos amigos poetas, aos que estivram aqui de passagem e deixaram um amável incentivo. Puxõs de orelha tambpem são bem vindos, ok? 
       Fiquem com Deus!

CURA

Na dor, costuramos a vida em nós.
E basta um pequeno intervalo
Para amenizarmos as cicatrizes. 

Preparados, nos deixamos emendar
Nos retalhos de outras vidas,
Traçando novas texturas, estampas e matizes.

(Luciene Lima Prado)

5 comentários:

  1. Muito me emocionou o motivo de seu afastamento. Espero que sua mãe a cada dia melhore mais e mais... Luciene, hoje fiz um comentário num de seus poemas clamando a sua volta. És de fato uma das melhores poetisas que conheci, tenho muito orgulho de ser seu amigo e seguidor. Estou com um novo blogger, o anterior, foi deletado pelo Google. Abraço fraterno as duas, Marco Rocca.

    ResponderExcluir
  2. Da dor tiramos sempre algo e certamente é quando sentimos mais a presença de Deus, que nos dá força para superar e seguir nossa viagem.Saudades de te ler. Saúde para mãe, Deus abençoe vocês.Beijos.

    ResponderExcluir
  3. - às vezes não entendemos o silêncio dos parceiros, porque na verdade a intimidadede cada um vos pertence, mas por ser amizade agente fica louco por notícias, isto mesmo andei um puquinho louco, até porque sou louco por vc, rsrsr sem saber de ti, mas eis que a imperatriz dos vocábulos retporna mais matura, sim porque as experiências duras vem para aquenbrar nosso coração; ai a poesia também ganha em expressão: "NA DOR/NOVAS TEXTURAS/ESTAMPAS E MATIZES" e assim, nossa querida poeta retorna nos preenteando com versos reflexivos. Mário Bróis.

    ResponderExcluir
  4. Minha amiga depois de todos puxões de orelha que fiz na inenção de incentivos,deixo meu desejo de uma recuperação rapida para mamãe.Esta é uma preocupação com a minha(94) para que não sofra queda.Mas Deus na sua infinita bondade coloca tudo no devido lugar.Voce sábia como sempre sabe tirar das pedras o melhor brilho.
    Bela cura tecida minha amiga.
    Seja bem vinda com meu carinhoso abraço de paz e luz.

    ResponderExcluir
  5. Amiga, escreva. Escreva um poema comigo, pronto. Eu tenho este desejo, pode ser...

    ResponderExcluir

Agradeço a todos pelos comentários! Tudo de melhor para vocês! Um abraço apertado!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...