sábado, 16 de outubro de 2010

NOVA ESTAÇÃO

Deixai-me derramar todo meu pranto
Para findar todo meu desencanto.

Amanhã não voltarei,
Contudo, estarei sorrindo.

Levo tudo o que hoje sei,
Menos o amor que está dormindo.

Enxugarei meus olhos ao vento,
Mas o vento ainda não vem.

(Luciene Lima Prado)

4 comentários:

  1. O vento chegará e o amor despertará querida Luciene!! Bela poesia!! Boa noite, beijos :)

    ResponderExcluir
  2. Olá Luciene !
    realmente o amor é a marca das emoções, lindo poema. Até mais !

    ResponderExcluir
  3. Lindo seu poema, um tanto solitário, mas o vento ainda virá, beijos.

    ResponderExcluir
  4. Luciene, em primeiro lugar agradeço pela visita ao meu blog, lindos seus poemas, com sentimentos e verdades. Adorei e com certeza vou te visitar sempre pois adoro ler, e poesias é minha paixão.

    ResponderExcluir

Agradeço a todos pelos comentários! Tudo de melhor para vocês! Um abraço apertado!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...