segunda-feira, 15 de novembro de 2010

PERFUME


...Mas ainda ficou o cheiro de cravo,
Um amor que continua sendo escravo;
Tão distante uma canção “al di la”,
Enquanto um sono sereno não há.



Um enlevo quando a brisa aproxima,
Feito uma fada a transformar um clima;
O bom perfume de cravo outra vez,
Que traz num arquejar a placidez.



Trazem as brumas um doce acalanto,
Que deixa no ar um certo quebranto;
E outra canção luminosa se ouve.



Seja a terna lembrança que se aprouve,
Seja o cheiro bom que nunca se esvai;
É amor que fica enquanto a noite cai.

(Luciene Lima Prado)

9 comentários:

  1. E o aroma do cravo no ar, linda poesia Luciene!! Uma boa semana para você, boa tarde, beijos :)

    ResponderExcluir
  2. Sempre será a força do amor. Linda poesia tecida dos fios mágicos da alma. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá Luciene,

    Tem selinhos p'ra você aqui

    http://meusamigosseusmimosmeusencantos.blogspot.com/

    gostava que você pegasse um pelo menos, sim?!
    Beijão amiga.

    ResponderExcluir
  4. Luciene !

    Linda a postagem, belas palavras inspiradoras e que nos motivam a continuar retirando dos momentos da vida o suco da felicidade ! Parabéns
    Até mais!

    ResponderExcluir
  5. Lindo demais seu poema , parabéns, beijos

    ResponderExcluir
  6. Lembranças doces lembranças, que delícia de poema, beijos querida.

    ResponderExcluir
  7. Sublime soneto de aroma suave na alma, dos versos que nascem do coração!

    ResponderExcluir
  8. Dama, não precisa estar triste, você é um ser iluminado, e com isso você contribui para inúmeras pessoas se iluminarem, também, atreavés da sua poesia. Você: é o cheiro bom
    que nunaca se esvai
    é amor que fica
    enquanto a noite cai
    isto está na própria poesia sua. Tem uma música de Milton intitulada CRAVO e CANELA, assim sendo, sois canela e eu o cravo.

    ResponderExcluir
  9. Belíssimo soneto. Esta é mais uma das excelentes obras, da minha cara amiga e poetisa Luciene... Parabéns... Você é brilhante!... Abraços poetanos,

    Antonio Cícero da Silva(Águia), escritor e poeta, filho de São José do Belmonte/PE e residente em Carapicuiba/SP.

    ResponderExcluir

Agradeço a todos pelos comentários! Tudo de melhor para vocês! Um abraço apertado!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...